22 fevereiro 2016

Poetizando na Segunda

"Você prefere olhar para cima no fundo do poço ou olhar pra baixo com uma corda no pescoço?"
Patrick Horla

17 fevereiro 2016

Receita: Peito de frango ao molho branco

Desde que comecei a morar sozinha, sempre invento pratos novos na cozinha, no post de hora vim trazer uma receita de peito de frango ao molho branco


Ingredientes: 
File de peito cortado em fatias 
1/2 cebola ralada
1/2 pimentao cortado em fatias 
1/2 caldo de galinha
1 colher de sopa de farinha de trigo 
1 xicara de leite 
agua 
sal a gosto 
1 colher de azeite ou oleo 

Modo de Preparo: 
primeiro tempere o peito de frango ao seu gosto 
coloque numa panela o azeite, a cebola e o pimentao, e o peito de frango 
deixe cozinhando sempre mexendo depois acrescente um pouco de agua 
acrescente o caldo de galinha ate se dissolver, apos polvilhe com a farinha de trigo misturando tudo muito bem 
acrescente o leite e mexa ate engrossar.
 depois so servir. 


Eu enfeitei o prato com limão e um folha de salsa e servi junto com vinho tinto. 
Ficou uma delicia e perfeito para um jantar a dois
 

16 fevereiro 2016

10 diferenças entre morar sozinho aos 18, 25 e 30 anos


Estou morando sozinha a quase dois meses, ainda irei completar 18 anos de idade e nesses poucos meses de experiencia aprendi muitas coisas tanto sobre me e minhas manias quando sobre essa nova vida de responsabilidades. 
No post de hoje vim mostrar de maneira ilaria a diferença entre morar sozinho aos 18,25 e 30 anos 

1. Visitas:

 

Aos 18: sua casa NUNCA está vazia.

Aos 18: sua casa NUNCA está vazia. 

E muitas vezes ela está lotada mesmo você não estando lá.

Aos 25: já começa a rolar jantarzinho com amigos mais próximos.

Aos 25: já começa a rolar jantarzinho com amigos mais próximos. 

Aos 30: nada melhor do que chamar um amigo ou dois pra assistir um filme.

Aos 30: nada melhor do que chamar um amigo ou dois pra assistir um filme. 

 

2. Prato típico:

 

Aos 18: sua dispensa é composta basicamente de miojo.

Aos 18: sua dispensa é composta basicamente de miojo. 

Aos 25: você dá uma evoluída e passa a dominar a clássica receita do macarrão com salsicha.

Aos 25: você dá uma evoluída e passa a dominar a clássica receita do macarrão com salsicha. 

Aos 30: você desenvolve habilidades avançadas e faz conchiglione.

Aos 30: você desenvolve habilidades avançadas e faz conchiglione. 

Mas ainda precisa jogar no google pra saber como escreve

 

3. Refeições:

 

Aos 18: pedir pizza é o mais próximo que você pode chegar da alta gastronomia.

Aos 18: pedir pizza é o mais próximo que você pode chegar da alta gastronomia. 

Aos 25: comida mexicana é sempre uma ótima ideia.

Aos 25: comida mexicana é sempre uma ótima ideia. 

Aos 30: de repente as sua refeições são idênticas a da sua mãe.

Aos 30: de repente as sua refeições são idênticas a da sua mãe. 

 

4. Bebidas:

 

Aos 18: cerveja, cerveja, cerveja.

Aos 18: cerveja, cerveja, cerveja. 

Aos 25: já começa a apreciar um bom vinho.

Aos 25: já começa a apreciar um bom vinho. 

Aos 30: drinks deixam de ser uma frescura e viram realidade.

Aos 30: drinks deixam de ser uma frescura e viram realidade. 

 

5. A cozinha:

 

Aos 18: o nome dela é caos e o sobrenome completo.

Aos 18: o nome dela é caos e o sobrenome completo. 

Aos 25: é o principal espaço de convivência da sua casa.

Aos 25: é o principal espaço de convivência da sua casa. 

Aos 30: o importante é que ela seja funcional e cada coisa fique em seu lugar.

Aos 30: o importante é que ela seja funcional e cada coisa fique em seu lugar. 

 

6. Geladeira:

 

Aos 18: apenas o estritamente necessário.

Aos 18: apenas o estritamente necessário. 

e as vezes nem isso 

Aos 25: você começa a valorizar uma geladeira cheia.

Aos 25: você começa a valorizar uma geladeira cheia. 

Aos 30: ela começa a ficar muito mais verde do que você imaginava.

Aos 30: ela começa a ficar muito mais verde do que você imaginava. 

 

7. Decoração:

 

Aos 18: minimalista.

Aos 18: minimalista. 

Aos 25: tudo começa a tomar a forma e se organizar.

Aos 25: tudo começa a tomar a forma e se organizar. 

Aos 30: você já se preocupa em comprar objetos bacanas para sua casa.

Aos 30: você já se preocupa em comprar objetos bacanas para sua casa. 

 

8. Sua cama:

 

Aos 18: um colchão no chão é suficiente.

Aos 18: um colchão no chão é suficiente. 

Aos 25: tudo que importa é que ela seja grande e confortável.

Aos 25: tudo que importa é que ela seja grande e confortável. 

Aos 30: seu sonho é ter muitos travesseiros e uma colcha bacana.

Aos 30: seu sonho é ter muitos travesseiros e uma colcha bacana. 

 

9. Tecnologia.

 

Aos 18: o máximo que você tem é um roteador.

Aos 18: o máximo que você tem é um roteador. 

Aos 25: você começa a valorizar uma maior quantidade de canais.

Aos 25: você começa a valorizar uma maior quantidade de canais. 

Aos 30: você sabe o que é Apple TV e quer muito ter na sua casa. Vale também para o home theater.

Aos 30: você sabe o que é Apple TV e quer muito ter na sua casa. Vale também para o home theater. 

 

10. Pegação:

 

Aos 18: as festas na sua casa sempre rendem bons frutos.

Aos 18: as festas na sua casa sempre rendem bons frutos. 

Aos 25: você se torna mais seletivo com quem encontra no Tinder e convida pra sua casa.

Aos 25: você se torna mais seletivo com quem encontra no Tinder e convida pra sua casa. 

Aos 30: pegação na sua casa só depois do terceiro encontro.

Aos 30: pegação na sua casa só depois do terceiro encontro. 

 

E ai ja passou por algumas dessa situações? conta pra gente

15 fevereiro 2016

Cursinho online. Vale mesmo a pena?



Certo é aquele que disse que o ano so começa depois do carnaval. Agora é hora realmente de pensar na vida. E para quem vai fazer o vestibular esse ano, é hora de realmente começar a focar nos estudos. 
Me formei ano passado e com a nota do enem ganhei uma bolsa de administração e engenharia civil, porem meu sonho é cursar medicina
Ano passado eu estava no terceiro ano do ensino medio e como não tinha cursinho na minha cidade decidi optar pelo cursinho online. No post de hoje vim trazendo algumas dicas para quem vai optar pela mesma forma de estudos, seja por causa do tempo ou dinheiro 


Dicas para quem vai fazer cursinho online  

Crie um cronograma de estudo e SIGA 

o primeiro passo para quem vai estudar online é criar um cronograma de estudos. 
Por exemplo na segunda irei estudar matematica, fisica e redação. 
E siga a risca os horarios, não adianta fazer um cronograma bonitinho e quando chega na segunda feira voce não estudou nada do que havia planejado 

Lugar 

Escolha um lugar aconchegante na sua casa, que nao tenha distraçoes so assim voce vai conseguir realmente se concentrar 

Desligue-se 

Hora de estudar é hora de estudar, nesse momento desligue o celular, e se mantenha livre de redes sociais. 

Material de estudos 

não fique somente no material que o cursinho online oferece, muitas vezes eles sao muito vagos, voce pode pegar livros didaticos (daqueles que estudavamos em colegio) e utilizar para complementar seus estudos 

Tenha um tempo para si 

não adianta estudar a semana inteira e ainda estudar mais no domingo, tire esse tempo pra si mesma, seja pra sair com os amigos, ve serie ou somente ficar em casa. sua mente merece um descanso 

Faça provas antigas e redações 

ano passado todos os finais de semana eu fazia uma prova do enem ou de vestibulares passados. isso ajuda a coordenar o tempo na hora da prova e vai te deixar mais preparado para a mesma.


Os melhores cursinhos online (na minha opiniao)

Ano passado eu estuda atraves de alguns cursinhos online e por alguns canais no youtube. 
Separei os melhores sites para se estudar 

Descomplica


achei o descomplica otimo, com um cronograma de estudos, aulas ao vivo, monitorias e correção de redaçoes 


Mundo do Edu 


não tenho palavras para descrever o mundo do Edu, simplesmente o site é perfeito, ele foca somente na area de humanas e linguagens. Os professores são otimos, bem humorados e explicam muito bem a materia. 100% recomendado 

  aula livre 


um site que me ajudou bastante foi o aula livre, eles sao otimos principalmente nas area de linguagens. explicam muito bem e fazem uma sintese otima 

 Me salva 

e por fim mas nao menos importante é o me salva. um otimo site para quem quer mesmo focar em exatas. la eles explicam de uma forma simples e facil de compreender 





E ai voce tem mais alguma dica para quem vai estudar em casa esse ano? deixem aqui nos comentarios 











Poetizando na Segunda

"Chegou um certo momento que ele se cansou e desistiu. Pegou todo amor que tinha, colocou dentro de um potinho e o enterrou. Enterrou em um local onde ninguém encontraria. Assim, ele passou de tempestades contínuas para um frio constante. Se afastou de todos, não se preocupava mais. Tinha se tornado tão frio, que as pessoas que o abraçavam, poderiam jurar que aquele rapaz não tinha vida."
— Rodolfo Cezar

13 fevereiro 2016

20 Atitudes Negativas Que Você Deve Abandonar


Fiquei sumida por aqui kk tudo culpa do carnaval. Ate eu que nao gosto de festas assim aproveitei para curtir um pouco. E voces o que fizeram? 
No post de hoje vim trazendo uma lista com 20 atitudes negativas que todos nos temos, mas que devemos abandonar para o proprio bem. Não adianta querer ter uma vida leve se for para encanar com tudo. Prepare-se para riscar tudo da sua lista e começar a ser feliz de vez:
 
1. Se importar com o que não importa
Sabe aquela bolsa com nome que todo mundo quer? Ou os planos de trocar o carro que está bom, mas não é zero? Se acha isso prioritário, tudo bem! Mas não sinta vergonha de gastar sua grana em bons jantares e carregar uma bolsa menos it. Nem de andar de ônibus depois de vender o carro para financiar o sonhado sabático. Você não precisa ter os mesmos desejos que todo mundo. "Perdemos um tempo enorme para nos adequarmos a um status social. Isso só agrada aos outros e, claro, vai gerar frustração mais tarde", diz a psicóloga Andreia Calçada, do Rio de Janeiro.

2. Sentir pena de si mesma
Ok, há horas em que não tem como evitar esse sentimento. Principalmente se chove pela manhã, você tem que sair cedo, se atrasa, escorrega na calçada molhada, rasga a meia-calça, fica com frizz... Mas você é adulta e sabe que não dá para fazer só o que quer. "Todos temos obrigações, e nem sempre elas são legais. Mas tudo na vida é uma escolha", afirma Andreia. Se seu emprego é chatérrimo e, mesmo assim, você prefere seguir na firma porque ela paga bem e isso permite alguns luxos, não está errada. "Só não vale ficar de mimimi depois."

3. Pedir desculpas o tempo todo
Pesquisas já mostraram que mulheres dizem "Sinto muito" mais vezes do que homens. Sim, é certo assumir a responsabilidade quando pisou na bola, mas não precisa fazer isso se o garçom erra o seu pedido ou você está ocupada mesmo e não pode falar com sua amiga no WhatsApp. E também não há por que dramatizar quando se comete um deslize. Pediu desculpas sinceras e elas foram aceitas? O assunto acaba aí! Antes dos outros, seja você a primeira a desculpar a si mesma, combinado?

4. Dizer sim mesmo quando quer dizer não
"Sim, vou ouvir você falar por horas, mesmo morta de cansaço." "Sim, vou ler seu currículo, mesmo atrasada com o trabalho." "Sim, vou à festa com você, seu quase namorado e o amigo mala dele." Deixa disso! Você não pode reclamar que abusam da sua boa vontade se não impõe limites. E não precisa ser chata, só diga com jeitinho o motivo do não. E lembre-se: você é, sim, prioridade na sua vida.

5. Dizer não mesmo quando quer dizer sim
Já deixou de se candidatar a uma vaga de emprego porque tinha certeza de que não seria escolhida? Ou não transou na primeira noite com medo do que o cara ia pensar? Nós perdemos um tempão decidindo o que não podemos, não devemos e não conseguimos fazer antes mesmo de tentar! Não deixe que inseguranças decidam por você - você não quer perder experiências e chances valiosas.

6. Tratar comida como inimiga
Estamos no auge do #instafitness, com garotas magras e torneadas dividindo os segredos do corpão nas redes sociais. E, na busca por esse padrão de beleza - impossível para a maioria de nós -, é fácil ver a comida com uma preocupação científica (mais potássio, menos sódio...). Claro que você deve cuidar do corpo e da alimentação - sua saúde depende disso -, mas por que sofrer? Se sentiu vontade, saboreie cada garfada da massa com brie e do sorvete de creme de avelã. "Comida não deve ser temperada com culpa. Basta ter equilíbrio. Você pode ser mais rígida durante a semana e se permitir refeições prazerosas no fim de semana, por exemplo", diz Andreia.

7. Encanar com seu corpo 
Não há dieta, exercício, truque de make capazes de deletar aquele defeitinho que, no seu espelho, parece um defeitão. Talvez terapia. "Nem todas nascemos altas como modelos ou com o cabelo loiro ondulado. Não se cobre pelo que não é possível", aconselha Andreia. Ao contrário, se cuide, sim, mas para ficar linda à sua maneira.

8. Se sentir uma impostora
Mulheres são mais propensas do que homens a achar que estão enganando o chefe e os colegas e, na verdade, não merecem o sucesso que alcançam. Um pouco de insegurança é normal e do bem - ela faz com que você seja mais cuidadosa antes de tomar decisões e se prepare para ocupar o novo cargo. Mas, acredite, se a promoção chegou, é porque você é muito digna dela.

9. Desmarcar as fotos zoadas no Facebook
As imagens existem para registrar um momento importante (ou divertido). Talvez você reclame hoje do click da sua careta ao virar uma tequila no casamento da sua melhor amiga. Mas ele representa melhor a alegria daquele dia do que a selfie #PartiuCasamento em que você estava impecável e maquiada!

10. Comparar a vida real com a virtual
"Nós escolhemos o que postar e, claro, exibimos a melhor parte da realidade", diz Andreia. Falamos sobre o emprego novo, não sobre as entrevistas que não deram em nada. Tiramos foto do almoço gourmet, não do sanduba devorado na pressa. Tudo online parece melhor, mais bonito, mais caro! Aí, há o risco de achar que a vida dos outros é muito mais legal. Em vez de entrar no jogo de comparação, que tal largar um pouco o smartphone e curtir o momento presente?

11. Usar salto todos os dias
Nós amamos sapatos poderosos, mas abusar deles aumenta o risco de ter problemas futuros na coluna e nos pés - e aí a solução pode ser drástica: salto, nunca mais. #NinguémMerece! Use-os quando quiser (ou precisar) se sentir incrível! Além disso, há sapatilhas e rasteiras cheias de charme esperando uma chance para entrar no seu closet...

12. Julgar a vida sexual de outras mulheres
#QuemNunca foi maldosa nas fofoquinhas perto da máquina de café no escritório? "Amiiiiga, sabe a fulana? Então..." Mas nenhuma mulher merece ser rotulada com comentários sobre com quem ela transa, com quantas pessoas ela transa ou como ela transa. E ponto. Da próxima vez que você estiver prestes a chamar outra mulher de "galinha" ou "vagabunda", pense que podia ser com você e shhhhh...

13. Julgar a sua própria vida sexual
Ninguém precisa saber com quantos caras você fica ou deixa de ficar. E não se sinta diminuída por ouvir histórias de outras pessoas ou se na mesa do bar for a única que não experimentou e não tem ideia do que seja um canguru-perneta-invertido-giratório-de--quatro-com-algemas - há muita gente inventando um montão por aí!

14. Consultar o dr. Google
Gânglios na sua garganta podem estar inchados há alguns dias, mas isso não significa que você tem uma doença horrível e deve começar a escrever seu testamento (as amigas vão brigar pelos sapatos!). Não está se sentindo bem? Deixe de perder tempo na internet, escute sua mãe e marque uma consulta no médico - ele vai poder dizer se há motivo ou não para preocupações. Até lá, relaxe!

15. Namorar só por namorar
Sabe aquele cara "gente boa"? Não, ele não causa arrepios... Mas é gentil, gosta de você... Parece contraditório, mas, se tem medo de ficar sozinha, a pior coisa a fazer é se enroscar com alguém sem estar apaixonada. Além de empacar a fila, nada de bom vem de se amarrar só para ter companhia. "Você não precisa se cobrar para se encaixar no que a sociedade acha que é o melhor para você - no caso, ter um namorado. É você quem deve estar satisfeita com a sua vida" Pior: enquanto você está perdendo tempo com esse faz de conta, o cara do jeito que sempre quis pode passar batido ao seu lado!

16. Não desconectar
Pessoas que sabem aproveitar as horas livres são mais felizes e produtivas, no trabalho e fora dele também - ficar ligada o tempo todo no smartphone para ler e-mails é causa de insônia, por exemplo. E nós prometemos: ninguém (nem sua mãe, sua chefe, seu cachorro ou sua BFF) vai morrer se você desligar seu telefone e sua cabeça em alguns momentos, como na praia ou no cinema.

17. Ter amigas tóxicas
Você compra um vestido lindo novo, ela diz que ele te engorda. Você marca uma viagem dos sonhos, ela lembra que o dólar está caaaro. Você sai com um boy ótimo, ela repara que ele vai ficar careca daqui a 15 anos, no máximo. Demita essa pessoa do seu círculo de amizades já, por favor! A vida é curta demais para você se cercar de gente que só a faz se sentir mal. Você vai ver como seu astral melhora rapidinho.

18. Ter vergonha do que gosta
E daí que você ainda curte o Bon Jovi? Ou acha que Romero Britto é legal pra caramba? Ou adora ver jogo de futebol com seu avô? Ou dorme com um moletom do Bob Esponja? Ou ama mais pizza congelada do que uma massa refinada? É tudo isso que faz você ser exatamente quem você é! E você arrasa!

19. Colocar prazos na vida
Pergunte a uma amiga casada: quando ela era solteira, cobravam um namorado. Ela achou um, perguntavam do casamento. Agora, questionam sobre filhos. Não caia nessa! Fazer um plano ano a ano, como se fosse planilha de metas da firma, listando quando você vai ter um amor, ou um bebê, ou o emprego dos seus sonhos, ou a casa com cerca branca é pedir pra se frustrar, amiga. Cada coisa tem seu tempo para acontecer. Deixe a ansiedade de lado e aproveite para ficar feliz de verdade se rolar - ou ser surpreendida se mudar de planos!

20. Ter medo de errar
Na primeira viagem que fizer sozinha, é provável que você se perca. Na primeira semana no cargo novo, é bem possível que seu chefe te corrija algumas vezes. Na primeira vez que você dirigir, talvez cometa uma barbeiragem daquelas... Experimentar coisas novas inclui esse risco. "O problema é deixar de tentar por medo de uma reprovação". Sabe aquela história de que quem não arrisca não petisca? Então, se joga!
 

10 fevereiro 2016

5 Coisas que ja sabemos sobre o novo livro do Harry Potter

Harry Potter and the Cursed Child 


Os fãs de Harry Potter têm motivos de sobra para soltar fogos. “Harry Potter and the Cursed Child” (Harry Potter e a Criança Amaldiçoada), a peça anunciada no ano passado vai estrear em 30 de julho deste ano. No dia seguinte, será lançada como livro, físico e e-book. Assim todos os fãs poderão acompanhar o que aconteceu com o bruxo 19 anos depois dos eventos de “Relíquias da Morte”.
Confira o que já sabemos sobre o novo texto:

1 – Os protagonistas da história serão Alvo Severo Potter, filho caçula de Harry, e Gina Weasley, mulher do bruxo;

2 – O texto foi escrito pela criadora da saga, J.K. Rowling, em parceria com o roteirista Jack Throne e o diretor John Tiffany;

3 – Harry Potter agora é um trabalhador sobrecarregado do Ministério da Magia, marido e pai de três crianças em idade escolar;

4 – Fãs questionaram por que a continuação da história não será lançado em livro. J.K. Rowling devolveu criando expectativas: quando virem, perceberão que o teatro era o único meio de contar esta história;

5 – A peça foi concebida em duas partes e a ideia é que as pessoas assistam na sequência.

Eu estou ansiosa pelos novos livros e vocês? 

02 fevereiro 2016

5 Motivos que mostram porque "500 Dias com Ela" é o melhor filme sobre relacionamentos


Ja fiz alguns posts sobre o filme 500 dias com ela, ele é meu filme preferido por justamente fugir do cliche de filmes romanticos, ele mostra como é a vida real, e nela nem sempre voce fica com quem ama. 
No post de hoje tem uma lista com 5 motivos que mostram as liçoes do filme e por que ele é o melhor filme de relacionamentos lançados ate agora 




5 - Não é uma história de amor.



Nem todos os relacionamentos que nós temos envolvem amor de verdade, o filme mostra isso de forma nua e crua.


4 - Não é sempre que quem se importa mais com a relação é a mulher.



Geralmente os filmes comuns seguem a linha do cara que não quer compromisso e a mulher apaixonada. "(500) Dias com Ela" acaba com isso. Por que o cara não pode ser o apaixonado da relação e a mulher não querer compromisso?


3 - Expectativas e realidades

 

Quem nunca foi a uma festa, ou algum lugar em que a pessoa do seu interesse estivesse, com expectativas a serem cumpridas? Os filmes convencionais retratam isso de duas maneiras possíveis: a expectativa da personagem cumprida, ou um desastre total mas que no final fica tudo bem.
Marc Webb presta um tributo a um formato usado em Noivo Nervoso, Noiva Neurótica (Annie Hall) de Woody Allen. No clássico, legendas revelavam o que os personagens realmente queriam dizer.
Aqui ele dividiu a tela mostrando a expectativa e a realidade do protagonista, e a realidade não foi nada boa.

2 - Síndrome de Jenny Beckman


"O filme a seguir é uma história de ficção. Qualquer semelhança com pessoas vivas ou mortas é mera coincidência. Especialmente você Jenny Beckman. Vadia"

Há quem diga que Jenny Beckman é uma espécie de Summer pelo sentimento de raiva do locutor na abertura do filme, até porque quem nunca se sentiu assim por não ter reciprocidade na relação?
Existem vários pontos em que podemos nos identificar com o filme, um deles é não ser correspondido como o esperado. E isso realmente acontece as vezes, ou sempre dependendo da sua sorte com relacionamentos.

 

1 - Romance contemporâneo





As relações do filme como já mencionei são cruas e honestas. Nada de conto de fadas com final feliz, até porque por quantas relações passamos até encontrarmos esse tal final feliz? E nem sempre ele aparece. Há sempre muitos outros peixes no mar, como o próprio filme diz e sempre temos a chance de tentar de novo.
"(500) Dias com Ela" mostra de maneira tragicômica uma relação do ponto de vista de um homem, mas mesmo assim não agrada só pessoas com sentimento semelhante ao de Tom Hansen. 
 
 
 
 
 
 


E ai voce gostou do filme? Deixe aqui sua opiniao 

 
 


01 fevereiro 2016

Poetizando na Segunda

"Talvez amadurecer signifique que você não precisa não precisa ser um personagem seguindo um roteiro. É saber que você pode ser a autora" 
- Cartas de amor aos mortos
© Dose de Poesia. Todos os direitos reservados.
Layout produzido por: Fernanda Goulart
Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
Tecnologia do Blogger.
imagem-logo