29 junho 2017

Chá de Época da Record



Temos o prazer de convidá-los para o Chá de Época Record. Um evento imperdível com brindes, sorteios, e bate-papo sobre os lançamentos das damas dos romances de época Judith McNaught, Elizabeth Hoyt, Anne Brontë, e muito mais! 

Com lançamento e sessão de autógrafos de "Um acordo de cavalheiros", de Lucy Vargas.

Saiba mais sobre o evento nos links abaixo <3 

28 junho 2017

Conheça o livro Inevitavel da Autora Daniela Buselato - Editora Hope


Sinopse:



 Juliana estava prestes a completar dezoito anos, mas ela não imaginava que sua vida mudaria alguns dias antes do tão esperado dia.
Ele chegou de mansinho e o mundo sombrio e escuro dela tornou-se colorido. Curiosa e atrevida, ela tenta deixar o passado enterrado, porém, o destino faz com que ela tenha que compartilhá-lo para que possa
sobreviver a Eduardo, alguém cujo todos os padrões parecem estar invertidos.
Másculo, intenso, afrodisíaco, a personificação de um deus grego.
Eduardo não entende o que encontra nela. Juliana possui algo diferente, o que acaba por
despertar sentimentos que há muito tempo esconde debaixo de sua máscara de homem inabalável. O estilo de vida de ambos é incompatível.
Atração, sensualidade e ingenuidade dentro de um rosto angelical de olhos castanhos esverdeados desconcertantes. Um corpo feito de curvas, feito pra o pecado e sonhos eróticos inimagináveis.
Dor e prazer. Medo e paixão. Desejo e entrega.
Ambos vão descobrir que a realidade é bem distante da utopia dentro das quatro paredes, mas que dentro dela não há limites. 





27 junho 2017

1° Concurso Literário LUVBOOK


Você já conhece a plataforma LuvBook? Ela é uma plataforma de leitura com foco somente no autor nacional, a versão Beta foi lançada no final do ano passado e em Abril contou com a versão oficial da plataforma, com novo layout, muito mais rápida e vários novos recursos inclusive nosso carro chefe que é uma marca d´água com id do usuário nos capítulos para coibir plágio.


Neste mês de junho começaram a desenvolver os apps Android e iOS (que ficarão prontos em outubro), para comemorar estão realizando o 1 Concurso Literário Luvbook, em parceria com a Ler Editorial , onde 4 autores serão lançados em uma Coletânea (livro físico) 

Você é um autor nacional e quer publicar sem pagar nada? 


Então essa é sua chance, venha participar do #1concursoluvbook , onde 4 AUTORES, serão selecionados pela Ler Editorial,dentre os melhores textos e que tiverem um bom destaque, e que terão suas histórias publicadas em uma COLETÂNEA (livro físico), sem custo para os autores.
Para participar é preciso escrever uma história inédita, sobre o tema Amizade, na categoria New Adult.

Pontos importantes:

- Escrever uma História Contemporânea Inédita, com tema AMIZADE (por ex você pode escrever sobre amigos de escola, amigos de trabalho, amigos de longa data, amigas inseparáveis, turma de amigos, podem ser amigos que virem namorados, etc), 

- Os personagens deverão ter entre 18 à 25 anos (voltado ao público Jovens Adultos);
- O texto deve ser em português, não pode ser erótico (conter conteúdo adulto) e deve ter de 50 à 90 mil caracteres sem espaço;
- O autor deve ser brasileiro e ser maior de 18 anos;
- O autor vai publicando a história em capítulos, semanalmente, é interessante divulgar bastante (views, comentários e votos serão analisados);

-Postar a história em capítulos de 1 a 2 x por semana durante o tempo do concurso ,divulgar muito e compartilhar nas redes sociais.


Todas as regras estão http://www.luvbook.com.br/concurso/
-Divulguem seus perfis e convidem seus amigos para segui-los porque as views, votos e comentários serão primordiais para destacá-los nessa competição..

Serão aceitas histórias inscritas de 01 de Junho até 20 de Setembro de 2017.

Os vencedores serão anunciados no dia 20 de Outubro de 2017 através do facebook da Luvbook e Ler Editorial e também dentro da Plataforma no menu Concurso .





 Redes sociais:

26 junho 2017

20 anos de Harry Potter


Para muitas pessoas hoje é somente mais uma segunda feira qualquer, mas para os Potterhead de todo o mundo hoje é um dia especial, hoje completa 20 anos desde o lançamento de Harry Potter e a pedra filosofal. 
Nesse exato momento estou com lagrimas nos olhos, harry potter não foi somente um livro como tantos outros que entrou para a minha estante, a história desse pequeno bruxo que morava debaixo da escada me ensinou muitas coisas, eu cresci junto a ele, passando pelas mesmas aventuras, e quando lançou o ultimo filme, eu estava lá na primeira fileira do cinema chorando com a despedida do garoto que sobreviveu. 


Milhões de pessoas chegaram à fase adulta sem nunca ter conhecido um mundo sem Harry Potter.

Curiosidades sobre os livros



  • Harry potter foi rejeitado por mais de 10 editoras ate ser aceito pela editora Bloomsbury

  • Os sete livros foram traduzidos para 79 idiomas em 200 países
  • A escritora inglesa J.K. Rowling demorou seis anos para finalizar o manuscrito
  • O aniversário de Harry Potter celebra-se a 31 de julho. O de J. K. Rowling também.
  • Os terríveis Dementors – Devoradores da Morte – representam a depressão e a luta da autora contra a doença.
  • Rowling sempre imaginou que Dumbledore era homossexual.
  • A palavra “muggle”, que na história se refere a não-feiticeiros, foi incluída no dicionário inglês em 2003.
  • O Expresso de Hogwarts partiu da estação de King’s Cross porque foi aqui que os pais da autora se conheceram, enquanto ambos viajavam para a Escócia.



  • Para comemorar esses 20 anos, foi lançado uma coleção exclusiva dos livros de Harry Potter com as tematicas das 4 casas


    Parabéns para o menino que sobreviveu e obrigada por ter tornado minha infância e adolescência muito melhor <3


    Em comemoração dos 20 anos de Harry Potter haverá uma exposição na British Library, em Londres, a partir de 20 de outubro.

    Poetizando na Segunda

    “Palavras são, na minha nada humilde opinião, 
    nossa inesgotável fonte de magia. Capazes de causar grandes 
    sofrimentos e também remedia-los.”
    Alvo Dumbledore

    22 junho 2017

    Receita de Maça do Amor Feita de Chocolate



    Oii meus leitores, como estão? 
    Finalmente estamos em Junho, o melhor mês do ano <3 principalmente para nós aqui do Nordeste ne? 
    Quem não gosta de festa junina não é mesmo? Frio, comida típica, quadrilha, fogueira, forro. Ai ai, A-M-O são joão na Bahia e não trocaria por nada haha talvez um ano em Hogwarts

    No post de hoje vim trazer uma receita de uma maça do amor um tanto diferente mas igualmente deliciosa 

    Ingredientes:

    • Maçãs;
    • Chocolate branco derretido;
    • Confeitos fofíneos;
    • Palitinhos de madeira

    Modo de preparo:
    Espete o palitinho de madeira na maçã. Passe a fruta no chocolate branco derretido e, logo em seguida, cubra a fruta com confeitos fofíneos. Leve para gelar por 10 minutos. Se quiser, faça um lacinho fofo e sirva!
    Gostou? Se fizer poste a foto no instagram e nos marque 
    @poesiadose

    21 junho 2017

    Projeto: Querido Futuro Namorado - Kathe Daratrazanoff + Divulgação de Sorteio


    O dia dos namorados já passou mas falar sobre o assunto nunca perde a validade ne? 
    A Kathe Daratrazanoff criou um projeto super legal que chama "Querido Futuro Namorado" e para os intimos "QFN". O projeto reune diversas cartas escritas para um futuro namorado, você leu certo, são cartas para um futuro namorado, meio comico ne? Atualmente a gente vive numa sociedade tão desapegada que ficamos nos questionando se um dia realmente iremos encontrar alguem.

    Sobre a autora


    Kathe Daratrazanoff, 18 anos, passou grande parte da juventude criando personagens e
    imaginando mil histórias com eles em sua cabeça. Aos poucos, foi colocando esses
    pensamentos no papel e os desenvolvendo melhor, até que decidiu postar essas histórias
    na internet e divulgar para os amigos. Viciada em Harry Potter, O Senhor dos Anéis, As
    Crônicas de Nárnia, Percy Jackson e tantos outros, está começando aos poucos a seguir
    carreira como autora. Um degrau de cada vez, ela um dia espera ser reconhecida por isso.

    Sobre o Projeto 


    “Alguns anos atrás, eu e algumas amigas ficávamos discutindo sobre como seria o nosso
    futuro namorado. Coisa de quem não tem mesmo o que fazer haha. É uma coisa pela qual
    muitas garotas passam, elas ficam vendo as outras falando de namorado, vendo filmes e
    séries e shippando casais. E ela quer aquilo, vivenciar o que acontece nas histórias, um
    lindo e belo romance.
    QFN é basicamente isso, um desabafo. Porque um dia a gente vai achar a pessoa certa, ou
    ao menos esperamos que sim. Muita coisa pode dar errada, e pode levar uma eternidade,
    mas vai acontecer”


    Algumas das Cartas 


    Carta 4
    Querido Futuro Namorado, se vou namorar com você e te tornar o
    centro do meu universo, espero que a gente tenha algo em comum.
    Eu imagino nós dois sentados no sofá, juntinhos, fazendo maratonas de
    Star Wars e O Senhor dos Anéis. Deitados na cama vendo alguma série ou
    documentário na tv. Tomando uma bebida juntos depois de um dia infernal,
    apreciando a comida que fizemos juntos e por fim caindo no sono.
    Como dizia aquele personagem de algum lugar, eu vou auferir você.
    Acho que foi o Sheldon que disse isso. Vou te achar e ter você pra mim.

    Carta 5
    Querido Futuro Namorado, espero que compreenda que sou um
    passarinho, e que por mais que goste da minha gaiolinha eu gosto de voar.
    Ir para os mais diversos lugares e conhecer as mais diversas pessoas. Gosto
    do meu espaço e detesto me sentir presa. Gosto da minha liberdade.
    Mas nesses momentos em que eu ficar afastada, quero que diga quando
    sentir minha falta. Diga que sente falta da minha voz, do meu cheiro, do meu
    sorriso e desmazelo. Quero que diga que eu sou sua combinação, e que vai
    me esperar porque sabe que sempre irei voltar, sempre baby.*.


    Carta 9
    QFN, espero que você seja o namorado dos sonhos.
    Não, eu não quero que você me dê jóias, e muito menos que deixe de
    assistir algo por minha causa, só quero que você olhe nos meus olhos, para
    dizer “eu te amo”.
    Eu só quero que você me faça sentir todos os tipos de sensações – de
    arrepios intensos a borboletas no estômago. Não é pedir muito, certo?
    Meu querido, eu só quero que você seja capaz de despertar um imenso
    amor no meu peito, e principalmente, seja capaz de correspondê-lo na
    mesma intensidade. Porque você está tolhido de não fazer.


    Carta 13
    QFN, me peguei pensando em certas coisas. Eu realmente estava
    disposta a ir atrás de você, mas talvez tenha um motivo para não estarmos
    juntos ainda. Não quero desistir, não pense nem por um momento que sou
    fraca a esse ponto.
    O problema é que, mesmo se eu soubesse onde é sua casa e tivesse a
    chance de bater na sua porta, eu não poderia. Preciso me conhecer antes de
    te conhecer
    A minha mãe diz que sou uma pessoa muito aparatosa, que tenho
    riqueza excessiva em algo. Dinheiro que não é, então o que eu tenho e em
    grande quantidade?

    A Bia do blog Livros e outros trechos está realizando esse projeto lá no blog onde irá acontecer um sorteio. 
    Lá tambem você vai encontrar todas as cartas, só coloquei aqui minhas preferidas <3 

    20 junho 2017

    3° Encontro de Escritores de Língua Portuguesa




    Sob a direção de Jô Ramos, diretora e escritora na ZL Editora, nos dias 24 e 25 de junho, no Sana Malhoa Hotel I (Av. José Malhoa, 8), acontece em Lisboa, Portugal, o III Salão do Livro de Portugal.

    E esse ano, para além de conhecer outros autores e suas respectivas obras, também poderemos nos encantar com belíssimas fotografias. A Exposição Fotos no Varal de Lisboa irá decorrer em conjunto com o evento literário.

    É possível conseguir outras informações sobre o evento através do e-mail zlcomunicacao8@gmail.com, na página do Facebook de Jô Ramos e também na página da ZL Editora.
    Autores presentes:
    Maria Augusta de Medeiros, Rogélia Proença, Astride Rosa, Vera Fonseca, Haroldo Brito, Ana Costa, Valéria Gravino, Durval de Noronha, Celina Moraes, Celso Kallarrari, Liliane S. Ribeiro, Joana Salgado, Adelina Charneca, Edmundo Lellis, Ana Coelho, João Victor Kindel, Marcelina Bittencourt e Rita Pea.
    A autora Valéria Gravino. Parceira aqui do blog estará no evento para o lançamento do seu livro Enquanto Espero

    Mais informações https://cliquecult.com.br/evento-que-ira-reunir-mais-de-30-escritores-brasileiros-acontece-em-lisboa-dia-24-e-25-de-junho/

    19 junho 2017

    Poetizando na Segunda

    "Você disse que me amava, mas foi embora mudo, sem uma palavra a acrescentar,
    Você disse que me amava, mas não pensou, nem por um segundo, o quanto estaria me destruindo,
    Você disse que me amava e que, em hipótese alguma iria embora,
    Você disse que meus defeitos não importavam e que me ajudaria a curar minhas dores e medos,
    Você disse que sempre estaria lá por mim."

    Fonte: http://quemetransborde.com.br/2017/06/07/carta-ao-ex-namorado/

    18 junho 2017

    Conto: Transcender a superfície dos seres - Carla Azevedo


    Eu toquei a superfície da água, sem deixar meu dedo transpor a barreira do liquido azul, olhei o horizonte e me perdi em devaneios. Deixei as lágrimas caírem lentamente, era sempre ali, naquele cais onde costumávamos nos encontrar. O vento acariciava minhas madeixas negras, fazendo-as dançar com a brisa. Dei um sorriso ao lembrar dos nossos momentos juntos, do teu sorriso, do seu cheiro de malbec, das tuas sardas, tuas covinhas.
     Depois que ultrapassei sua superfície puder realmente conhecer a pessoa que se escondia por trás daquele olhar que sempre parecia triste. Pude conhecer tuas manias, teus costumes, tuas paranoias e principalmente pude conhecer aquele homem que se mostrava apenas para aquelas pessoas fortes e determinadas que tinham força e coragem para transcender sua superfície e descobri-lo por completo 
    Baixos soluços vieram para acompanhar as lagrimas que caiam sem trégua, limpei o rosto com a manga do suéter e continuei fitando o horizonte. 
    O Bernardo havia morrido havia uma semana, tomado por um câncer de medula, ainda nos últimos minutos de vida era o homem que sempre foi, sorria e fazia piadas bobas.
    Depois da sua ida percebi que conhecemos tão pouco das pessoas ao nosso redor, seja dos nossos amigos, familiares ou colegas, parece que só conhecemos sua superfície, aquilo que querem mostrar para a sociedade mas não quem são de verdade.
    Até mesmo eu sou assim, durante meus 20 anos, milhares de pessoas entraram e saíram da minha vida, algumas permaneceram até hoje, mas somente uma pequena parcela delas conseguiram tocar através da superfície do meu ser e conhecer quem verdadeiramente sou. Poucas pessoas tiveram a curiosidade ou a coragem de transcender a superfície do meu ser... Poucas...


    17 junho 2017

    TAG: Hábitos de Leitura


    Vocês sabem que amo responder tags, essa eu vi no blog da linda Thaisa, aproveite para visitar e conhecer o blog

    1. Quando você lê? (manhã, tarde, noite, o dia inteiro ou quando tem tempo)Geralmente pela manhã pois sempre tenho tempo sobrando no trabalho, mas sempre
    2. Você lê apenas um livro de cada vez?Não, mas deveria rs
    3. Qual seu lugar favorito para ler?Qualquer lugar, consigo ler ate mesmo com barulho
    4. O que você faz primeiro: lê o livro ou assiste ao filme?prefiro ler o livro
    5. Qual formato de livro você prefere? (áudio-livro, e-book ou livro físico)Livro físico, nada se compara com a sensação de tocar, sentir o cheiro e observa na estante
    6. Você tem algum hábito exclusivo ao ler?
    Tomar chá. Isso já se tornou hábito, só consigo dormir se ler enquanto tomo chá

    7. As capas de uma série tem que combinar ou não importa?Desde que combine com a história já ta bom pra mim

    16 junho 2017

    Autora Parceira: Raíssa Nantes


    Resendense, 27 anos. É blogueira do blog literário Livros Românticos, apaixonada por gatos, heavy metal , ama por no papel as fantasias que tem na cabeça. Divide seu tempo livre após o trabalho de auxiliar administrativo com trabalhos artesanais e muita leitura.
    Rascunha romances desde os 16 anos, mas só em 2014 se aventurou a mostrar seus escritos utilizando a plataforma Wattpad para publicar Se Eu Fosse Cinderela - título antigo de Verdades Sobre Mim: Revelações - que bateu a marca de 45.000 leituras, sem a obra estar completa. Hoje a autora não publica mais pela plataforma.



    VERDADES SOBRE MIM
    Sinopse:
    Melanie nunca entendeu os motivos pelos quais sua tia a detesta tanto. Levada a acreditar durante dezenove anos que fora abandonada pela própria mãe aventureira, ela busca se libertar do jugo da tia e trilhar seus próprios caminhos. Só não poderia imaginar que a realidade pudesse estar tão perto de mudar e que descobrir toda a verdade sobre si fosse tão cruel quanto perigoso. 

    ONDE COMPRAR 



    ASSOMBRADO

    Sinopse:
    Conheça a loucura de um homem assombrado por seu passado.













    QUESTÃO DE ESCOLHA
    Sinopse:
    Alberto Braga tinha tudo o que o dinheiro poderia comprar. Mimado, nunca se preocupou com nada além de seus caprichos, até que um acidente de carruagem o leva à casa dos Albuquerque onde Dr. Augusto e sua jovem filha dedicam seus dias a cuidar daqueles que necessitam.
    Conhecendo o outro lado da moeda, caberá a Alberto decidir voltar para o mundo fútil ao qual foi criado ou mudar para sempre sua atitudes e viver a plenitude de um grande amor ao lado de Helena.
    ONDE COMPRAR - https://clubedeautores.com.br/book/213009--Questao_de_Escolha

    14 junho 2017

    Resenha #6: A Herança dos Elementos o Legado do Fogo - Gabriel Vieira Martini



    Autor: Gabriel Vieira Martini 
    Ano de lançamento: 2016
    Gênero: fantasia
    Editora: Hope
    Páginas: 66
    Onde comprar: Hope

    NOTA: 



    Sinopse: 
    Jeffrey é um garoto um pouco... Diferente.
    Ele tem um poder especial que poucos têm: suporta temperaturas altíssimas e quando quer, cria bolas de fogo em suas mãos. 
    Essa é a historia de como ele descobriu esse dom, coo o aperfeiçoou, como o dominou e algumas de suas aventuras. 

    Resenha:
    Jeffrey é apenas um garoto de 12 anos, mas não um garoto qualquer, em dias frios ele sentia calor, no inverno ele ficava ainda mais quente, sua mãe dizia que este era seu dom especial. No seu primeiro dia de volta as aulas ele queima um lápis e é levado a diretoria pela "brincadeira". O Diretor do colegio explica lhe seu dom, contando toda a historia da sua linhagem sanguínea avançada.
    Com o passar de alguns dias sua pele começa a mudar de cor, como um efeito dos seus poderes, quase todos seus amigos não se aproximam com medo da cor do garoto.
    Jeff queria saber o que estava realmente acontecendo e vai falar com seu amigo Alex, que também tinha poderes, porem diferente dos seus. E lhe ensina a usar o poderes do seu clã FireFury.
    Eles utilizam-se de uma gosma teletransportadora que adquire o sabor que você quiser, basta pensar.
    Cada membro tem que encontrar sua arma numa luta contra monstros, Jeff encontra a sua, chamada de "Lótus de Fogo" na cordilheira dos Andes.
    Ao longo do livro diversas outras pessoas com novos elementos vão surgindo, cada poder é especial e único.
    Matt e Alex preparam as outras crianças para a grande batalha contra os titãs, com treinamento intenso para que possam domar bem seus poderes. Os mais antigos elementais tem por trás uma historia sombria,
    A grande batalha é finalmente travada contra o Malathiel, o titã da raiva. depois de muita luta e prestes a derrota-lo, ouve-se um barulho ensurdecedor.. O Mortallithen havia despertado..


    Minha Opinião: 
     a ideia do livro é incrível, um garoto que descobre poderes, a linhagem das famílias, as características de cada personagem, porem em diversas partes do livro é ambíguo deixando brechas na historia. Mas a intenção que o livro passa é fantástica, seria conscientizar os titãs que não existe raça inferior ou superior, mas sim raças diferentes com diferentes costumes.
    Para quem gosta de fantasia e ficção vale muito a pena ler o livro, garanto que vão se encantar.

    Já quero continuação <3 

    Exemplar recebido em parceria com a editora 

    Já leram? O que acharam? 
    Deixem sua opinião nos comentários.




    12 junho 2017

    Conto: Você nunca será um bom par, se não for um bom ímpar - Carla Azevedo



    Hoje tinha tudo para ser um domingo monótomo qualquer, mas não, hoje é dia 12 de junho, dia dos namorados. Acordei com uma mensagem do Mateus, tínhamos apenas um relacionamento casual.

    "Tá livre hoje a noite? Podemos repetir o que não terminamos ontem" 

    Meu estomago revirou, cenas da noite anterior passaram como lampejos na minha mente, corri até o banheiro, mas não deu tempo chegar até a privada, vomitei na porta, diferentes cores de líquidos jaziam no chão. Minha cabeça explodia de dor, sentei no chão com a cabeça entre os joelhos e comecei a chorar, primeira vez que chorei desde o termino do meu relacionamento, fazia mais de um mês.
    Perdi a noção do tempo de quanto tempo fiquei lá. Quando as lagrimas cessaram um enorme vazio se alastrou no meu peito e fez uma morada permanente, levantei, limpei o vômito do chão e entrei no chuveiro, deixei a água correr lentamente pela pele nua. lembrei do sexo com o Mateus, um dia apos meu termino de 2 anos com o Bernardo, sai para beber com a turma da faculdade, bebi como costumava antes de conhecer meu ex namorado, que era contra qualquer tipo de droga, seja ilícita ou licita, inclusive álcool, eu havia deixado de beber por conta dele, mas essa noite queria fazer tudo que abri mão. O Mateus era louco para ficar comigo desde o primeiro dia de aula, resolvi dar uma chance aquela noite, dividimos a cerveja, dançamos muito e no fim da noite terminamos debaixo dos lençóis na sua cama. 
    Estávamos nesse lance casual a quase um mês, quando batia a carência sexual, mandávamos mensagem um para o outro e a noite terminava em orgasmos múltiplos. Nossa relação era assim, sem aperto de mão, sem beijo de boa noite, apenas sexo. Lembrei do Bernardo, dos nossos 2 anos juntos,das juras de amor, de planejar nosso futuro, de beijos de esquimó antes de dormir. beijo de bom dia. Apesar do vazio, as lagrimas não caiam, desliguei o chuveiro e encarei o reflexo que sorria de volta para mim, cabelo ondulado, olhos verdes, covinhas nas bochechas. encarei por alguns minutos aquela imagem, eu já havia passando por tantas coisas e continuava ali forte, pronta para encarar qualquer obstaculo.
    Tomei um aspirina vestir uma camisola, quando estava pronta para voltar para a cama, o celular tocou novamente, a galera solteira da faculdade iria para um reegue, ainda 11 da manhã, coloquei o celular no silencioso e me entreguei novamente aos braços de Morfeu.
    Acordei quase 17 com a campainha tocando insistentemente, abri a porta sem muito entusiasmo.
    Mabel já entrou dando pulinhos de alegrias, um traço que fazia parte de sua personalidade.
    - Amiga, você não acredita. o Alessandro me pediu em casamento.
    Ela deu pulos agitados enquanto me mostra um anel de ouro no seu dedo anelar.
    - Parabéns amiga, estou muito feliz por você
    Eu duvidava do relacionamento dos dois, estavam juntos somente a 6 meses, como tomar uma decisão tão importante em tão pouco tempo.
    - Você vai sair hoje com a turma? terá show do Roger
    - Eu não sei, ainda estou mal pela noite de ontem.
    -Sério Isabelle, eu não sei porque ficou tão mal, desde o incio o Mateus deixou bem claro que o lance de vocês seria algo casual, e você até preferiu assim pois tinha acabado de sair de um relacionamento complicado à pouco tempo.
    - Eu sei Bel, eu só me senti humilhada por ver ele pegando outra na minha frente sendo que quase transamos no banheiro. Quer saber esquece. Eu tenho que passar na casa de tia Raquel, de lá acho que vou encontrar a galera.
    - Certo amiga, eu e o Ale estamos pensando em ir.
    - Então até mais Tarde Bel
    - Até Isa
    Mabel saiu me deixando com uma duvida, eu adorava o sexo com o Mateus, mas queria ter alguém do meu lado, mas não como o Bernardo, esse foi um dos relacionamentos que mais me fez feliz, mas o que me fez sofrer.
    Seria possível querer alguém para fazer morada no coração mas ao mesmo tempo não querer um relacionamento sério?
    Usei um vestido xadrez com botas de cano curto, demorei mais ou menos meia hora fazendo a maquiagem e passei na casa de tia Raquel, era seu aniversario de casamento, havia chegado cedo, ainda não tinha nenhum convidado no salão do prédio, subi no seu apartamento e vi ela brigando com tio Diego. Eles pareciam um casal tão feliz, mas só pareciam, aquilo era somente uma mascara que eles apresentavam para a sociedade.
    Bati na porta e entrei
    -Feliz aniversario de casamento tia Raquel e tio Diego. Não vou ficar muito, mas essa é minha lembrancinha.
    - Obrigada querida. - Disse tia Raquel limpando as lagrimas dos olhos.
    Caminhei lentamente observando as ruas, haviam varias casais, uns pareciam felizes, outros nem tanto. Pessoas passavam cantarolando a melodia que ecoava nos fones de ouvidos.
    Era apenas 8:30 e o lugar já estava lotado, encontrei meus amigos perto do bar, a maioria deles já pareciam bêbados, não duvidei que estivessem bebendo desde o almoço.
    -Iiiiiiiiiiiisa - Mateus gritou no meio da multidão já me abraçando - Por que não respondeu minha mensagem?
    -Não estava afim baby. - Essa assim como eu costumava chama-lo quando estava sendo irônica.
    Dancei muito, bebi demais.
    Perto da meia noite meus pés me matavam, sentei no sofá e fiquei observando as pessoas enquanto tomava o último gole da cerveja. Abrir o instagram para postar as fotos que tirei com as meninas, assim que abrir o aplicativo vi uma foto com a frase

    "Você nunca será um bom par, se não for um bom ímpar"

    Comecei a observar as pessoas ao meu redor. Lembrei da Mabel feliz com o noivo, da minha tia que tinha seu casamento de fachada, dos meus pais divorciados, lembrei de diversos casais e solteiros que conheci durante toda minha vida. Peguei mais uma cerveja e voltei a sentar, sorri para mim mesma.
    É tao engraçado a forma como a vida brinca conosco. Existem pessoas que estão felizes sendo solteiras, casais com tão pouco tempo que são bem mais felizes que casais com 50/60 anos juntos, sabe? a vida não tem um padrão a ser seguido. Desde meu ultimo relacionamento perguntei qual era meu defeito para não ter feito dar certo, mas agora pude descobrir, eu não era um bom impar por isso jamais seria um bom par.
     O Mateus, beijava a Lívia, uma garota loira do curso de farmácia, sai dali e fui dançar, a pista de dança estava vazia, mesmo assim não me intimidei ao entrar no ritmo da música na frente de todos.
    Já fui diversas vezes contatinho de alguém, em outros casos fui o amor eterno da pessoa. Agora quero ser somente o amor da minha vida, felicidade não depende de estar ao não com alguém, da mesma forma que não depende o tempo que estão juntos, pode ser 1 mes/1 ano ou 1 século.
    Felicidade não se limita a datas.

    Hoje tinha tudo para ser um domingo monótomo qualquer, mas não, hoje é dia 12 de junho, dia dos namorados. O dia em que aprendi a ser um bom ímpar para ser um bom par. 

    Poetizando na Segunda

    "Amor da minha vida, daqui até a eternidade. Nossos destinos foram traçados na maternidade"
    Cazuza 

    11 junho 2017

    Revista Conexão Literatura Mês de Junho + Aviso


    Oii meus leitores como estão?
    Acabei sem postar desde sexta, eu tirei esse tempo para mim, queria pensar e colocar a cabeça no lugar.
    O aviso que eu gostaria de dar é que os posts no blog será de segunda a sábado e a partir do mês de Julho, video no canal todos os domingos <3

    Eu fiquei muito feliz com mais uma parceria com o blog. A Revista Conexão Literatura. Eu ja acompanhava a revista a algum tempo

    A revista do mês de Junho já esta disponível



    Nossa nova edição de Conexão Literatura destaca Conceição Evaristo, 
    escritora e ativista do movimento negro, destaque da mostra do Itaú Cultural com suas “Escrevivências”. O que é bem interessante é que a escritora era leitora e fã de Carolina de Jesus, outra grande escritora que foi destaque da nossa edição anterior (edição nº 23). Confira a entrevista exclusiva que fiz com a Conceição nas páginas da revista.Esse mês não trazemos a coluna “Conexão Nerd”, pois em seu lugar colocamos super audiolivros gratuitos. Basta clicar nos links indicados na página 03 da revista para ouvi-los gratuitamente, uma parceria que fizemos com a editora Alyá, que publica seus áudios através da plataforma do site Universidade Falada.Como sempre, trazemos entrevistas com autores, crônicas, contos e dicas de livros.Aproveite a nossa edição e compartilhe com os seus amigos.Mas antes de terminar esse editorial, gostaria de deixar uma mensagem: faça mais pelo próximo. Reclamar é fácil e o que mais vejo hoje são pessoas reclamando nas redes sociais, seja sobre política, aumento dos preços, baixo salário, falta de segurança nas ruas, etc. Mas o que essas pessoas que reclamam tanto fazem pelo próximo? Vivemos em sociedade e devemos pensar no coletivo. Seja um exemplo, comece a fazer boas ações em casa, mostre para os seus filhos ou parentes que uma boa ação pode trazer grandes resultados. Seja um bom aluno(a) em sua escola, respeite os professores e seus colegas, pois esse é o local onde algumas pessoas se sentem reprimidas devido a apelidos e perseguições por causa das diversidades, sejam elas culturais, religiosas ou étnicas. Cuide das mesas e cadeiras das quais você senta todos os dias e pare de reclamar que elas estão quebradas, pois se elas estão assim foi porque algum aluno a quebrou. Trabalhe com honestidade e respeite o seu colega de trabalho, clientes ou funcionários, pois o que mais existe hoje são patrões opressores. Se o horário de entrada de um funcionário é 8h, 8h05 já é motivo para repreendê-lo e humilhá-lo, mas ele não levou em conta que esse mesmo funcionário se desempenha muito bem em suas funções, que ele tem filhos, reside distante do local e depende do transporte público. Se as pessoas fossem mais amigas e compreensivas, seja patrões ou funcionários, professores e alunos, membros de uma família, etc, pode ter certeza que o mundo ao redor de cada um seria bem melhor e mais feliz :)

    PARA SABER COMO BAIXAR A EDIÇÃO DE JUNHO, ACESSE: http://www.revistaconexaoliteratura.com.br/2017/06/conceicao-evaristo-destaque-da-nova.html



    08 junho 2017

    Autor Parceiro: Jim Carbonera



    Durante muito tempo nossa equipe de parceiro se limitou apenas a autoras (não que eu tenha preconceito sobre literatura escrita pelo publico masculino, longe disso) , o Jim é o primeiro autor masculino a fazer parte da nossa Família. 


    Biografia 


    Jim Carbonera nasceu no Brasil, em 27 de fevereiro de 1982. Natural de Porto Alegre, reside ainda hoje na cidade que serve de inspiração para suas escritas.

    Formou-se em turismo, exercendo a profissão por quatro anos e abandonando-a para dedicar-se integralmente à literatura.

    Seus livros têm como cenários ambientes ríspidos, libertinos e atrozes, e seus personagens possuem a subversividade como características principal.

    É autor das obras: Divina Sujeira, Verme! e Royal 47, obras que fazem parte da trilogia Rino (os livros podem ser lidos fora da ordem cronológica).
    Segue o estio do Realismo Urbano e é um entusiasta do gênero Thriller Psicológico.
    No momento o autor se concentra em escrever roteiros cinematográficos.

    Site Oficial do Escritor



    Livros



    Royal 47

    Nesta obra, Jim Carbonera mantém sua narrativa infame e vil dos livros anteriores. Nomeia cada capítulo como se estivesse homenageando-os e transforma Royal 47 em um romance feroz e corrosivo.

    Seu protagonista, Rino Caldarola, deixa de morar com os pais e muda-se para um ambiente conturbado e efervescente. Uma nova visão sobre o mundo está prestes a nascer das teclas de sua primeira máquina de escrever que, além de auxiliá-lo em seu novo objetivo — de escrever um romance datilografado —, se transforma em sua principal companhia.

    Rino, sem receio algum, mantém-se o bon vivant inconsequente de outrora e utiliza-se da insensatez como válvula de escape para enfrentar os desígnios da vida.

    Jim Carbonera expõe explicitamente um personagem que desdenha a sobriedade civil, inspira-se e deleita-se em tudo que o cerca e, definitivamente, utiliza a sociedade como seu espelho transgressor.


    Verme 

    Entre o fictício e o real, Rino Caldarola narra em primeira pessoa suas desventuras e desatinos em Porto Alegre, sua cidade natal. Inconformado pela escassez de inspiração e à procura de um lugar ao sol no cenário literário brasileiro, o protagonista é o reflexo das desilusões e dos anseios que atormentam uma sociedade cada vez mais conturbada e contraditória.

    Com uma narrativa insolente e exasperada, Rino constrói e defende seu espaço pessoal utilizando-se de ironia, arrogância e de um erotismo cru. Busca desvencilhar-se de sua mãe coruja e do seu bairro que outrora fora de classe média, mas agora se elitiza em nome do progresso. E, principalmente, luta para desembaraçar sua paradoxal maneira de pensar e ver o mundo.




    Divina Sujeira

    Em Divina Sujeira, nos deparamos com um romance ríspido e intenso. O livro nos apresenta o protagonista Rino Caldarola e sua insolente personalidade. Evidencia um anti-herói vulgar e narcisista que vive afogado em sua própria alienação de classe média, despreza a moral e os bons costumes e se equilibra na corda bamba da insensatez.

    Entre uma bebida e outra, uma vitória e uma derrota, Rino percorre a cidade de Porto Alegre procurando um objetivo para sua vida. Enquanto não o encontra, zanza pela capital gaúcha absorvendo todo oxigênio que lhe é servido.
    © Dose de Poesia. Todos os direitos reservados.
    Layout produzido por: Fernanda Goulart
    Com a ajuda de diversos sites de tutoriais.
    Tecnologia do Blogger.
    imagem-logo